O Projeto

A ideia do site

Jornal Retrô surgiu com o modesto objetivo de abrir uma janela de observação ao passado, com atenção especial ao curioso, bizarro e inusitado. Mais do que fazer uma análise aprofundada de conteúdo, forma ou linguagem, a intenção aqui é permitir ao navegante um olhar sobre outros tempos, que serviram de base para formar comportamentos, costumes, mitos e verdades sobre nós mesmos, trazendo de volta à luz notícias, ilustrações, charges, anúncios, fotos e mapas dos últimos dois séculos.

 

O foco é variável, podendo recair sobre fatos marcantes ou acontecimentos aparentemente insignificantes do cotidiano, às vezes os mais reveladores de uma época. Pelo caráter do imediatismo, os jornais costumam capturar um retrato instantâneo dos dias em que foram publicados. Assim, junto com as saborosas peculiaridades dos seus dias, oferecem a chance de um resgate histórico único, com relatos in loco dos fatos e acontecimentos que nos definem.

 

 

Está tudo lá, as levas de imigrantes, escravos, os primeiros navios a vapor, a estrada de ferro, o bonde, o início da luz elétrica, do telégrafo e do telefone, o primeiro automóvel, a chegada do cinema (mudo e depois falado), as duas guerras mundiais, a febre do futebol, uma interminável lista de remédios milagrosos e até o anúncio de uma panela mágica que prometia cozinhar uma feijoada completa em 20 minutos.

 

Os assuntos estarão divididos em quatro seções (veja a descrição de cada uma ao lado).

 

O material pesquisado pertence ao
Arquivo Histórico de Joinville e lá se
encontra disponível.

SEÇÕES

  • História ao Vivo

    Vai reunir os acontecimentos históricos chaves: guerras, eleições, revoluções, leis, reformas urbanas e outros assuntos teoricamente sérios, mas sempre sob um ângulo inusitado ou do registro instantâneo, para tentar entender como o fato foi visto nos dias em que ocorreu.

  • Deu no Jornal

      Será o reino do improvável, do inacreditável, de tudo aquilo que, quando alguém te conta, a tendência é duvidar. Só para ouvir em seguida do interlocutor: “mas deu no jornal”...

  • Acredite se Puder

      Área destinada exclusivamente aos anúncios, classificados e propaganda. Para quem acha que a publicidade abusa da nossa boa vontade nos dias atuais, nada como olhar para o passado.

  • Do Lambe-lambe

      Domínio das imagens antigas. Parte delas foi tirada por aqueles senhores ambulantes que ganhavam a vida pelas praças e jardins públicos, sempre acompanhados de suas antigas máquinas montadas sobre tripés com o inconfundível pano preto na parte traseira, onde eles se escondiam para “bater a chapa”. Para garantir a qualidade das imagens, durante o processo de revelação eles tinham que encostar a língua nas fotos – daí terem ganhado o carinhoso apelido de “lambe-lambe” dos transeuntes, que também dá nome à seção.

JORNAIS

Siga-nos!