Do Lambe-lambe

Bonde de cartão postal

rua-15-de-Novembro-Joinville-Jornal-Retro
  •   Rua 15 de Novembro

    Tanto o bonde caiu nas graças dos joinvilenses que em 1914 já fazia parte dos cartões postais da cidade, como se vê nesse exemplar, que retrata a Rua 15 de Novembro. O bondinho vazio (o condutor parece acompanhado de apenas um passageiro) também é sinal das dificuldades financeiras enfrentadas quase desde o início pela Empreza Ferro-Carril Joinvillense (leia mais em História ao Vivo).

  Fonte: Arquivo Histórico de Joinville

cartao-postal-joinville-Jornal-Retro
  •   Notícias ao Oscar

    No verso do cartão acima, um remetente que assinava simplesmente Paulo enviava notícias a Curitiba, endereçadas a Oscar Seegmüller. Paulo dizia ter recebido “as felicitações”, agradecia e dizia que em Joinville andava divertindo-se “mas muito”. Mandava também lembranças “para todos que por mim perguntam”. O cartão postal era obra do Atelier Fritz Hofmann.

  Fonte: Arquivo Histórico de Joinville

grossenbacher-&-Trinks-Joinville-Jornal-Retro
  •   G. B. Trinks

    Nessa foto da Rua 15 de Novembro vemos a sede da poderosa Grossenbacher & Trinks, a empresa que tinha implantado a telefonia em Joinville e durante pouco mais de seis anos manteve o serviço de bonds puxados a burros.

  Fonte: Arquivo Histórico de Joinville

gustavo-grossenbacher-Joinville-Jornal-Retro
  •   Gustavo Grossenbacher

    Esse era Gustavo Grossenbacher, um dos quatro sócios responsáveis pela primeira experiência no transporte público em Joinville. Pelo olhar, ele parecia estar vislumbrando mais um grande empreendimento no momento em que a foto foi tirada.

  Fonte: Arquivo Histórico de Joinville

Siga-nos!