Deu no Jornal

Mais prejuízo

ma nota publicada pelo Commercio de Joinville mostra que as preocupações dos sócios da Grossenbacher & Trinks iam além das dificuldades financeiras enfrentadas pelo serviço de bonds, em agosto de 1911. O jornal dava conta de um acidente ocorrido com um troly (nada mais do que uma carroça) na Rua Conselheiro Mafra, conduzido pelo “menor Paulo Zimmermann, de 17 anos”.

 

Dizia o Commercio que a carroça tinha disparado e derrubara “o poste das linhas telephonicas existente na esquina da Rua Aubé”, além de colidir com outro poste da companhia, “fronteiro à casa do Sr. Guillerme Wolf”.

 

Fonte: Arquivo Histórico de Joinville   Bondes e carroçasTirada na esquina da Rua do Príncipe com a Rua Abdon Batista, essa foto mostra a convivência aparentemente amigável entre bondes e carroças, nos idos dos anos 10.cruzamento-rua-do-principe-com-abdon-batista-bonde-burros-carroca-jornal-retro

 

Um dos passageiros, “vendo-se em perigo”, ainda conseguiu saltar do carro, “sem maior consequencia”, mas o outro, “homem já velho, deixou-se ficar até o momento em que o troly, esbarrando contra o segundo poste, tombou sobre a vala que margina aquelle trecho da rua”.

 

Os dois cavalos se soltaram e “prosseguiram no seu desenfreado disparo”. O “carreteiro”, relatava o jornal, “não podendo ao mesmo tempo travar o breck e sofrear os animaes”, sofreu uma queda no momento “em que o vehiculo tombou sobre a valla” e sofreu uma “pequena fractura na perna esquerda”.

 

Agora, além de se preocupar com o prejuízo dos bonds, os donos do negócio precisavam providenciar o conserto e restabelecer as conexões telefônicas. Pelo menos durante aquela tarde, alguns joinvilenses devem ter ficado com a linha muda...

Commercio-de-Joinville-19-08-1911-Carro-em-disparada-Acidente-de-transito-Jornal-Retro

Commercio de Joinville

  19/08/1911

Siga-nos!