Acredite se Puder

Corno fatiado

isto por olhos atuais, o pequeno anúncio da Gazeta do Commercio, publicado em janeiro de 1914, certamente cumpre a missão de chamar a atenção do leitor. O título dizia simplesmente: “Aparas de corno”.

 

Quem se propunha a vender o material era a Mayerle & Cia - estabelecida na Rua Buccarein (atual Rua Inácio Bastos), em Joinville (SC) -, que anunciava o produto como “proprio para adubar Jardins e Flores em vasilhas”.

 

Fonte: Biblioteca Nacional   Pentes e escovasA imagem é de um anúncio publicado em A Ilustração Brasileira (em janeiro de 1913) e mostra como havia demanda pelos mais diversos pentes cem anos atrás. Era da fabricação desses produtos que vinham as tais "aparas de corno".

 

Pois então, trata-se apenas de inocentes lascas de chifre, sobras da matéria-prima utilizada pela empresa na fabricação de pentes.

 

Apesar da inocência do material, o uso da palavra no título do anúncio deve ter causado algum incômodo na época. Em uma propaganda com conteúdo idêntico, publicado no mês seguinte, a Gazeta decidiu substitui-la por outra...

Gazeta do Commercio

  17/01/1914

Gazeta do Commercio

  04/02/1914

Siga-nos!